From AbundantHope.net

By Others
O Mundo Aplaude enquanto a CIA mergulha a Líbia no Caos
By Por David Rothscum, Tradução: sólon
Mar 10, 2011 - 1:02:41 PM

A Verdadeira História dos E.U.A.

5 de março de 2011 - 12:40:45

Tradução: Sólon

http://esperancaabundante.blogspot.com/

====

Amados,

Na atual conjuntura, é importante observarmos alguns dados:

1. A violência na Líbia não tem relação com mudanças seculares vistas na Tunísia e Egito;

2. A desculpa da tomada dos campos de Petróleo é a ideal para Wall Street manipular dos valores dos contratos nos mercados futuros de Petróleo, apesar da Líbia contribuir com apenas 2% do fornecimento mundial;

3. Interessa às potências fortemente dependentes do Petróleo apossar-se das reservas Líbias a qualquer custo;

4. A grande quantidade de armas que apareceram nas mãos dos opositores no período recente deixa claro que as ações em curso não aconteceram por acidente, mas estão sendo planejadas há muito tempo;

5. É uma grande oportunidade de lucrar com a venda de armas, para ambos os lados.

Vejam as informações por trás da cortina de fumaça criadas em vosso cotidiano para os manterem na ignorância. Reinvidiquem vossa Soberania Divina

Ver:

http://esperancaabundante.blogspot.com/2011/02/o-farao-vai-cair-o-petroleo-vai-subir-e.html

Namaste,

====

Original:

http://abundanthope.net/pages/True_US_History_108/The-World-Cheers-as-the-CIA-Plunges-Libya-Into-Chaos_printer.shtml


O Mundo Aplaude enquanto a CIA mergulha a Líbia no Caos

por David Rothscum Global Research , 02 de marco de 2011


Como anda a Líbia sob domínio de Kadhafi? Quão ruim o povo pensa que é? Eles foram oprimidos, como hoje comumente se aceita como um fato? Vamos olhar os fatos por um momento.


Antes do caos estourar, a Líbia teve menor taxa de encarceramento do que a República Checa. Ela se classificou em 61º. A Líbia teve a taxa de mortalidade infantil mais baixa de toda a África. A Líbia teve a maior expectativa de vida de toda a África. Menos de 5% da população era subnutrida. Em resposta aos crescentes preços dos alimentos em todo o mundo, o governo da Líbia aboliu todos os impostos sobre os alimentos.



Pessoas na Líbia eram ricas. A Líbia teve o maior produto interno bruto (PIB) em paridade de poder aquisitivo (PPP) per capita de toda a África. O governo teve o cuidado de garantir que todos no país compartilhassem a riqueza. A Líbia teve o maior Índice de Desenvolvimento Humano de qualquer país no continente. A riqueza foi distribuída de forma igual. Na Líbia, um percentual menor de pessoas viviam abaixo da linha da pobreza do que na Holanda.



Como é que a Líbia ficou tão rica?A resposta é o petróleo. O país tem muito petróleo, e não permite que empresas estrangeiras roubem os recursos, enquanto a população morre de fome, ao contrário de países como a Nigéria, um país que é basicamente governado pela Shell.



Como qualquer país, a Líbia sofre de um governo com burocratas corruptos que tentam ganhar uma parcela maior do bolo às custas de sua população. Em resposta a isso,Kadaffi pediu que a receita do petróleo fosse distribuída diretamente ao povo, porque na sua opinião, o governo estava falhando com o povo. No entanto, ao contrário do artigo afirma, Khadafi não é o presidente da Líbia. Na verdade, ele não possui nenhuma posição oficial do governo. Este é o grande erro que as pessoas fazem. Eles alegam que Khadafi governa a Líbia, quando na verdade ele não o faz, sua posição é mais ou menos cerimonial. Ele deve ser comparado a um pai fundador.



O verdadeiro líder da Líbia é um primeiro-ministro indiretamente eleito. O atual primeiro-ministro é Baghdadi Mahmudi. Chamando Khadafi o líder da Líbia é comparável a chamar Akihito de líder do Japão. Contrariamente ao que a mídia está desenhando, as opiniões variam, na Líbia. Algumas pessoas apoiam Khadafi, mas querem que Mahmudi saia. Outros querem os dois fora. Muitos querem apenas viver suas vidas em paz. No entanto, o esforço é feito para esboçar a aparência de uma revolta popular contra o suposto líder da Líbia, Khadafi, quando na verdade ele é apenas o arquiteto do atual sistema político da Líbia, uma mistura de pan-arabismo, o socialismo e o governo islâmico.



Vídeos dos protestos pró-Khadafi estão desaparecendo do Youtube como enquanto nós escrevemos. "Manifestações Pro Khadafi e anti-Baghdadi Mahmudi" em: youtube.com/watch?V=Ce5fLGNg0sk sumiu. "Protestos pro Khadafi em frente à embaixada líbia em Londres" youtube.com/watch?v = pRwv0Ac8qbc sumiu. Youtube exclui qualquer vídeo contendo sangue normalmente, exceto quando é da Líbia.

Os manifestantes na Líbia são comparáveis ​​aos manifestantes no Egito e na Tunísia? De maneira alguma. A reação do governo é mais violenta e, obviamente, violência excessiva está sendo usada. Contudo, vamos olhar por um momento para as ações dos manifestantes. O edifício do Congresso do Povo, o parlamento da Líbia, foi colocado em fogo por manifestantes furiosos. Isto é comparável aos manifestantes colocar o Capitólio dos Estados Unidos em chamas. Você acha mesmo que o governo dos EUA iria ficar de braços cruzados quando os manifestantes colocassem fogo no Capitólio dos EUA?
Aparentemente, mais traumatizante para os telespectadores do que corpos picados são líbios que não apanharem o comboio e entrar nas ruas para forçar Khadafi a renunciar.


Os motins em erupção agora não são os jovens que desejam mudanças seculares, ou algo do tipo que vimos no Egito e na Tunísia. Um grupo que se autodenomina "Emirado Islâmico de Barka", o antigo nome da parte norte-ocidental da Líbia, tomou numerosos reféns, e matou dois policiais. Este não é um desenvolvimento recente. Na sexta-feira, a 18 de fevereiro, o grupo roubou 70 veículos militares após atacar um porto e matando quatro soldados. Infelizmente, um coronel militar entrou para o grupo e forneceu-lhes novas armas. A revolta começou na cidade oriental de Benghazi. O ministro do Exterior italiano levantou temores de um Emirado Islâmico de Benghazi declarando-se independente.


Então onde é que esta revolta repentina veio?A resposta é que o mesmo grupo que os EUA têm financiado por décadas, agora está tendo a chance de ganhar o controle sobre a nação. Um grupo de presos recentemente na Líbia consistiu de dezenas de estrangeiros que estiveram envolvidos em numerosos atos de pilhagem e sabotagem. O governo líbio não podia excluir ligações com Israel.



Grã-Bretanha financiou uma célula da Al Qaeda na Líbia, em uma tentativa de assassinar Gadaffi. O principal grupo de oposição na Líbia agora é a Frente Nacional de Salvação da Líbia. Este grupo de oposição está sendo financiada pela Arábia Saudita, a CIA e inteligência francesa. Este grupo uniu-se com outros grupos de oposição, para se tornar a Conferência Nacional para a oposição da Líbia. Foi esta organização que apelou para o "Dia de Fúria", que mergulhou a Líbia no caos em 17 de fevereiro deste ano.



Ela fez isso em Benghazi, uma cidade conservadora, que sempre se opôs ao domínio de Khadafi.Deve se notar que A Frente Nacional de Salvação da Líbia está bem armada. Em 1996, o grupo tentou desencadear uma revolução na parte oriental da Líbia antes. Ele usou o Exército Nacional da Líbia, a divisão armada do FNSL para começar este levante fracassado.



Por que os Estados Unidos se opõe tanto a Kadhafi? Ele é a principal ameaça à hegemonia dos EUA na África, porque tenta unir o continente contra os Estados Unidos. Este conceito é chamado de os Estados Unidos da África. Na verdade, Kadhaffi detém todos os tipos de idéias que são contrárias aos interesses dos EUA. O homem acusa o governo dos Estados Unidos da criação de HIV. Ele afirma que Israel está por trás do assassinato de Martin Luther King e o presidente John.F. Kennedy. Ele diz que os seqüestradores do 11/9 foram treinados os EUA. Ele também instou os libaneses a doar sangue para os americanos após 11/09. Khadafi é também o último de uma geração de revolucionários socialistas moderados pan-árabes que ainda está no poder, depois de Nasser e Hussein terem sido eliminados, e da Síria se alinhar com o Irã.



Os Estados Unidos e Israel, entretanto, não têm nenhum interesse no mundo árabe forte. Na verdade, parece elementar que o plano é levar a Líbia a ficar de joelhos com o caos e a anarquia. No final de 2010, o Reino Unido ainda estava sustentando o governo líbio de armas através de vendas lucrativas. Nada é melhor garantia para destruir a Líbia do que uma guerra civil sangrenta. O sistema tribal que ainda é forte na Líbia é útil para explorar a gerar uma guerra, já que a Líbia tem sido historicamente dividida em diferentes grupos tribais.



É também por isso o governo líbio responde pela importação de mercenários. Lealdades tribais vêm antes da lealdade ao governo, especialmente em Benghazi, e assim o governo central não tem mais o controle sobre a parte oriental do país. A alternativa para mercenários é um conflito entre os diferentes grupos étnicos. Kadhafi tentou por 41 anos tornar o país mais homogêneo, mas grupos de oposição financiados por forças externas terão pouco mais de alguns dias para colocar o país de volta ao século 19, antes que a região seja conquistada e unificada pelos Europeus. A violência é realmente excessiva, mas todos parecem esquecer que a situação não é a mesma em Tunísia e Egito. Laços tribais desempenham um papel muito maior e, portanto, o conflito será infelizmente mais sangrento.



Lembre-se em todos os momentos que a guerra civil da Líbia e seus violentos desdobramentos agora não são comparáveis às revoluções vistas na Tunísia e Egito. Ambas as revoluções envolveram manifestantes pacíficos que sofrem de pobreza, em oposição a seus governos corruptos. O caos na Líbia consiste de uma mistura de conflitos tribais, o conflito sobre as receitas do petróleo (já que a maioria do petróleo está no leste do país), os radicais islâmicos contra sistema de governo de Khadafi, e a desestabilização externa financiada por grupos Ocidentais de fundos privados.



Khadafi assumiu o controle em um golpe sem derramamento de sangue de um monarca doente afastado para tratamento médico há 41 anos. Sua ideologia é baseada na unificação e tentou mesclar pacificamente seu país com o Egito e a Síria. Seria preciso um milagre para que a violência se desdobrando agora levasse a um governo democrático estável único na Líbia, com total controle sobre todo o país. O país é mais do que o dobro do tamanho do Paquistão, mas com 6 milhões de habitantes. Intermináveis ​​desertos dividem muitas das cidades do país. Se alguma coisa devemos nos perguntar é: quantas nações mais serão quebradas em pedaços, nos próximos meses, como os aplausos do mundo?


http://www.globalresearch.ca/index.php?context=viewArticle&code=ROT20110302&articleId=23474

[Fontes de cor e negrito acrescentadas].



© Copyright por AbundantHope.net. Todos os direitos reservados.



All writings by members of AbundantHope are copyrighted by
©2005-2017 AbundantHope - All rights reserved